....................
............................

domingo, 12 de março de 2017


Aniversário do Recife: shows, bolo e protesto




Boa Esporte perde primeiro patrocinador após contratar goleiro Bruno

Boa Esportes/Divulgação

A contratação do goleiro Bruno, de 32 anos, pelo Boa Esporte, equipe de Varginha, no Sul de Minas, gerou polêmica e críticas ao clube e aos patrocinadores. Uma das empresas que apoiava o time decidiu, na noite deste sábado, deixar de estampar a sua marca na camisa. A Nutrends Nutrition afirmou, depois de reunião, que não vai mais patrocinar o Boa.Por meio de nota publicada na página oficial da empresa no Facebook, a Nutrends anunciou o fim da parceria. “Em reunião extraordinária, a diretoria da Nutrends Nutrition decidiu que, a partir de hoje (sábado, 11/03), a empresa não é mais patrocinadora/apoiadora do Boa Esporte Clube”, diz o documento. A marca era estampada no ombro da camisa do time. Em poucos minutos, vários internautas apoiaram a decisão.

"Parabéns pela sensata decisão de não vincular a imagem da empresa a um time que contrata assassinos! Parabéns por ouvir seus consumidores! Vocês ganharam meu respeito”, comentou uma seguidora da empresa. “Que todos os outros patrocinadores sigam este exemplo!!! Apoio a time de assassino é ser conivente com o crime!!!”, cobrou outro fã da marca. “Parabéns! Apoiar time que contrata feminicida seria péssimo para a imagem de qualquer empresa”, manifestou-se outro cliente da Nutrends.

Diferentemente da Nutrends, outro patrocinador da equipe, o grupo Grupo Góis & Silva, não deve deixar de estampar a sua marca na camisa do Boa. O executivo da empresa, Rafael Góis, disse que o atleta cometeu “um ato extremamente grave”, mas que ele merece uma segunda chance. Assegurou ainda a continuação da parceria com o time do Sul do estado.

Bruno acertou nessa sexta-feira o contrato por duas temporadas com o Boa Esporte. Já este ano, poderá disputar o Módulo II do Campeonato Mineiro e a Série B do Campeonato Brasileiro. Desde que saiu da cadeia em 24 de fevereiro, os advogados do atleta afirmavam que ele tinha aproximadamente 10 propostas para voltar aos gramados.

sábado, 11 de março de 2017

Pastor morre ao tentar imitar Jesus, fazendo jejum de 40 dias

image

O caso aconteceu na África do Sul. Se tivesse conseguido, Alfred Ndlovu, seria o primeiro Pastor sul africano a conseguir fazer um jejum seco de 40 dias(sem água nem comida) pois a intenção era quebrar o recorde de Jesus Cristo Infelizmente o pastor, acabou morrendo de desnutrição após um jejum seco que durou 30 dias. O seu corpo foi achado no deserto por um desconhecido que informou aos amigos da família, bem como a polícia.Assim como conta a história bíblica sobre Jesus, que ele jejuou durante 40 dias, o pastor de 44 anos de idade deixou todos os seus bens para trás em busca de um encontro espiritual com Deus e decidiu começar um jejum fervoroso como parte de uma rotina espiritual.Assim sendo surge a pergunta, será que vale a pena as tentativas de imitação ao pé da letra dos actos milagrosos registados na Bíblia?

EXCLUSIVO: EXTRATO DE CONTA CORRENTE E CÓPIA DE CHEQUES PROVAM INOCÊNCIA DO PASTOR QUE FOI VITIMA DE ABUSO DE AUTORIDADE E SENSACIONALISMO



O pastor Silas Malafaia voltou a usar a internet para falar sobre as acusações feitas contra ela pela Polícia Federal na operação Timóteo. Deflagrada na sexta-feira (16), ela investiga um esquema de corrupção envolvendo cobranças judiciais de royalties da exploração mineral.Apesar de terem sido presas 16 pessoas em 11 estados, o nome da operação e o destaque da mídia acabaram por dar ênfase somente ao suposto envolvimento do pastor, como se ele fosse o mandante. Na verdade, seu nome apareceu por conta de uma doação feita pelo advogado Jader Alberto Pazinato. Três anos atrás, ele doou um cheque de 100 mil reais para Malafaia.Pazinato está preso e o dinheiro doado seria fruto do esquema que  nos último oito anos desviou R$ 66 milhões.  O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo decidiu gravar um vídeo onde mostra seu extrato bancário de julho de 2013, época em que o cheque do advogado foi depositado em sua conta.Segundo os dados mostrados por ele, que incluem cópias de cheques assinados por Silas, a maior parte – 70 mil reais – foram para pagar pelo programa de TV Vitória em Cristo, apresentado semanalmente pelo pastor há mais de 25 anos. Os outros 30 mil foram dados para a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que ele preside.
 

Os dois cheques foram doados com menos de uma semana de intervalo.No vídeo de pouco mais de 3 minutos, o pastor Silas reitera que não é “laranja” de nenhum esquema e argumenta que, caso fosse, não teria depositado o cheque em sua conta pessoal.“Taí a prova, eu paguei imposto da oferta que eu dei”, reiterou. Disse ainda que está abrindo suas contas para provar às pessoas que o acusaram, mesmo sem provas. Isso inclui evangélicos. “Querem me denegrir e querem me calar, mas não vão. Só quem me cala é Deus”, disparou.
A atitude de quebrar seu próprio sigilo é semelhante a que ele teve em 2013, quando exibiu sua declaração de imposto de renda na TV, após ser acusado pela revista Forbes de ser o terceiro pastor mais rico do país, com uma fortuna estimada em US$ 150 milhões.

quinta-feira, 9 de março de 2017

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EM PARCERIA COM A CELPE COMEMORAM O DIA DA MULHER Nessa quinta-feira 09-03-2017 o Espaço CELPE com apoio e parceria da Secretária Municipal de Assistência Social e a Prefeitura realizaram no Pátio de Eventos em Brejo da Madre de Deus palestra, teatro, dança e brincadeiras de uma forma dinâmica voltados para os cuidados e forma adequada da utilização da energia elétrica , prevenindo acidente e economizando . Houve também corte de cabelo e homenagem ao Dia Internacional da Mulher . O prefeito Hilário Paulo o Vice-Prefeito Josevaldo , a vereadora Maria José do Tambor , o vereador Flávio Diniz, a secretária de Assistência Social Maria da Paz e outros secretários participaram, onde a população se fez presente e contemplaram uma abençoada tarde chuvosa.

















Após se recusar a atender bebê, médico é demitido do hospital de Juazeirinho



Um médico plantonista foi demitido do Hospital Municipal de Juazeirinho na noite desta quarta-feira (8) por se recusar a atender um bebê de 2 meses de vida e que apresentava um quadro febril.
De acordo com informações obtidas, a mãe do bebê, Anabilly Nóbrega, 17 anos, foi ao hospital em busca de atendimento porque seu filho estava ardendo em febre com 38 graus.
No entanto, ao chegar neste centro de saúde o médico teria se recusado a atender o bebê e permanecido trancado no apartamento destinado aos médicos por um período de mais ou menos uma hora.
A adolescente, com um filhos nos braços ardendo em febre, chegou a chorar devido a demora do médico em atendê-lo.
Uma tia avó da criança, Maria Jorge, disse que devido a demora do médico, teria ido com uma cunhada ao local onde estava o profissional onde ocorreu até uma discussão.
“Depois de muita demora, ele atendeu a criança, porém com muita arrogância, ignorância, prepotência  e mal educado”, disse Maria.
Médico é demitido
A secretária Municipal de saúde, Josenilda Morais, ao ser informada do acontecido pela diretora do hospital, Cláudia Martiniano, que confirmou a recusa do médico em atender de pronto a criança, telefonou para o diretor clínico do hospital, Dr.Petrúcio Brito e, diante da gravidade do caso, pediu para que ele arranjasse outro profissional porque a gestão do prefeito, Bevilacqua Matias (PTdoB), não iria tolerar tal comportamento, haja vista que o Governo prima pela humanização no atendimento aos pacientes.
Desta forma, Dr.Petrúcio informou à secretária que não seria possível demitir o médico nessas circunstâncias porque poderia caracterizar como abandono de plantão, mas que a partir desta quinta-feira (9) ele não fará mais parte da equipe médica e será substituído por outro profissional, sem prejuízo no atendimento aos pacientes.
A primeira dama, Luciana Matias, telefonou pessoalmente para os familiares do bebê, pediu desculpas em nome do Governo Municipal e informou sobre a demissão do médico.
    

Tem muito profissional pronto pra trabalhar, arrogância e ignorância não combinam com área de saúde. Todos têm q denunciar abusos comi esse.